Simers faz visitas técnicas aos Centros de Atendimento Psicossocial de Canoas
27/08/2021 15:53 em DEFESA

O diretor do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Luiz Grossi, realizou visitas técnicas aos Centros de Atendimento Psicossocial de Canoas, nesta terça-feira, 24. A realidade aqui é mais positiva em relação a outros municípios, lembrando que o Hospital Universitário oferece 20 leitos psiquiátricos, que têm atendido às necessidades, observaram os psiquiatras com os quais o diretor Grossi conversou.

No entanto, o cenário apresenta alternâncias diante da Central de Leitos que envia pacientes de outras regiões do Estado e, a partir daí, tem acontecido dificuldades de internação. O psiquiatra Babington Rodrigo da Silva, do CAPs III - Recanto dos Girassóis,  explicou que as alternativas estão nos próprios CAPs que possuem leitos de acolhimento. “Assim definimos a internação como a última opção”, explicou.

No CAPs Infanto Juvenil Arco Íris, que atende de zero a 17 anos, a psiquiatra Michele Nunes, elogia a qualidade do atendimento em equipe e pede menos burocratização no fornecimento de medicamentos para evitar o risco de desabastecimento.

No CAPs III - Álcool e Droga (AD), o coordenador Moacir Rodi Dorneles destaca encontros entre pacientes, comunidade e equipe técnica. “Os resultados que nos foram relatados como melhoria nos processos de atendimento, diminuição de agressividade dos pacientes e redução de pequenos furtos”, são bem positivos, destacou o diretor do Simers, Luiz Grossi.

Outra ação com resultados positivos é a realização do round, no décimo andar do Hospital Universitário, entre profissionais multidisciplinares que equacionam a busca da melhor saúde aos pacientes. “O round é a discussão do tratamento que traz sempre bons resultados”, observou o diretor Grossi.

COMENTÁRIOS